Saiba o que é permitido na bagagem em sua viagem ao Japão

Quando o assunto é viajar, saber o que levar na bagagem é um ponto extremamente importante, e no caso de viajar par ao Japão, você irá vivenciar uma uma experiência única, repleta de cultura, história e paisagens deslumbrantes. No entanto, ao planejar sua bagagem, é importante estar ciente das regulamentações aduaneiras e das restrições sobre o que pode e não pode ser levado para o país. Nós da Itiban preparamos um guia útil nesse texto sobre o que incluir e o que deixar de fora de sua bagagem.


Mala para despacho

A pessoa pode portar até 2 peças, com medida de 158 centímetros lineares, podendo chegar ao peso máximo de 23 kg cada. Abaixo temos uma descrição sobre os itens que podem ser transportados:
— Itens pessoais: roupas, calçados, acessórios, e também itens de higiene, pertences pessoais que não sejam de alto valor;
— Higiene: é recomendável levar produtos de higiene suficientes para os primeiros dias (xampu, condicionador, sabonete);
— Medicamentos: medicamentos de uso contínuo (com prescrição médica e tradução da receita para o inglês) e remédios comuns (precaução);
— Cozinha: para a cozinha, a dica é levar uma panela de pressão e alimentos não perecíveis (feijão, café, arroz), mas há lojas de produtos brasileiros em diversas cidades e, caso você more distante delas, há empresas que realizam a entrega. No caso da panela de pressão, deve levar destampada para não pegar pressão durante o voo;
— Outros: uma sugestão é levar itens que podem auxiliar no início, como toalhas, lençol, travesseiro.

Mala de mão

Nesse caso, a mala deve pesar de 7 a 10 kg, com medida de até 115 centímetros lineares. Abaixo algumas descrições sobre os itens permitidos para essa situação:

— Itens pessoais: carteira, acessórios, objetos de valor;
— Higiene e cosméticos: itens líquidos (devem estar em frascos de até 100 ml e acondicionados em um necessaire transparente) e produtos sólidos (maquiagens pequenas em pó, batom, sabonete);
— Medicamentos: medicamentos de uso contínuo (com prescrição médica). Para os de uso contínuo de até 3 meses, deve ser apresentada receita emitida até 30 dias antes da viagem, além da recomendação de uma receita em inglês, caso seja necessário explicar o conteúdo, seja na companhia aérea, aeroportos ou até em departamentos de imigração. E remédios comuns (com conteúdo de até 100 ml).
— Medicamentos de uso comum para precaução (relaxante muscular, analgésico, antitérmico). Neste caso, pode portar até 3 unidades de cada item;
— Eletrônicos: celular, tablet, notebook, câmera fotográfica;
— Alimentos: itens para consumo durante o voo (bolachas, salgadinhos, chocolates), mamadeiras e alimentos infantis;
— Roupas: por precaução, é recomendado levar uma roupa de troca e um casaco (em estações mais frias no Japão);
— Documentação: documentos usados para requisição do visto, carteira de vacinação, histórico escolar dos filhos em idade escolar (Ideal em bolsa pessoal).

Bolsa Pessoal

Neste caso, a pessoa pode transportar 01 item pessoal de até 80 centímetros lineares. Bolsa pessoal para levar itens pessoais como: carteira, documentos, dinheiro, cartões, itens de valor (celular, tablet, notebook, câmera fotográfica).
É importante consultar informações complementares com a companhia aérea, como as malas e pertences variados. Isso contribui para não haver problemas e imprevistos em seu embarque.
Quer viajar para o Japão? Não deixe de consultar nossos especialistas clicando aqui. Com nosso time, você encontra um suporte completo, com informações que irão reforçar sua ida com conforto e tranquilidade.